quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

MUSEUS: Petição quer "travar" projecto do novo Museu dos Coches e transferência da Arqueologia para a Cordoaria Nacional

Lisboa, 18 Fev (Lusa) - Uma petição acessível na Internet reclama a intervenção do Presidente da República "no sentido de travar" o projecto do novo Museu dos Coches e a transferência dos serviços arqueológicos para a Cordoaria Nacional.
Os cerca de 200 subscritores "requerem uma intervenção rápida" de Aníbal Cavaco Silva, do Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, do Primeiro-Ministro, José Sócrates, e do Presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, "no sentido de travar o projecto em curso do novo Museu dos Coches".
O texto da petição, cuja primeira subscritora é a museóloga Raquel Henriques da Silva, refere que o novo museu custará 31,5 milhões de euros e "constitui um verdadeiro 'terramoto' de efeito de ricochete na museologia nacional".
Os autores da petição, disponível em http://www.gopetition.com/petitions/salvem-o-museu-dos-coches, exigem "a manutenção, nos espaços actuais, do Museu Nacional dos Coches e do Museu Nacional de Arqueologia e a conservação da integridade física e técnica original da Cordoaria, enquanto monumento nacional de interesse internacional".
Recentemente, o ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, afirmou no Parlamento que os actuais serviços de arqueologia, a funcionar em Belém, seriam transferidos para a Cordoaria Nacional, à Junqueira, e também para o Museu de Marinha.
Alerta o texto da petição que "a lei obriga a que uma intervenção num Monumento Nacional, como é o caso da Cordoaria Nacional, se fundamente num projecto de conservação e restauro e permita a salvaguarda dos seus valores arquitectónicos e técnicos integrados, não permitindo que se faça uma mera adaptação como parece ser o caso, o que pré-figuraria uma atitude de vandalismo de Estado".
Na óptica dos peticionários, o projecto em curso é "completamente desnecessário e impede que as verbas respectivas sejam aplicadas em projectos culturais de verdadeiro interesse público urgente", como - exemplificam - "a renovação dos outros museus nacionais sedeados em Lisboa, recuperação dos Monumentos Nacionais em perigo de desclassificação pela UNESCO, ou a qualificação da Cordoaria Nacional como monumento técnico significativo da actividade marítima portuguesa".
Entre os cerca de 200 subscritores da petição figuram o secretário-geral da European Federation of Associations of Industrial and Technical Heritage, Adriaan Linters, e os arquitectos Nuno Teotónio Pereira, José Morais Arnaud e Luis Raposo.
NL.
Lusa/Fim

2 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

"MUSEUS: Petição quer "travar" projecto do novo Museu dos Coches e transferência da Arqueologia para a Cordoaria Nacional"

Luís Marques da silva

A gente vai tomando conhecimento de fatos imprecionantes , que acontecem ao mundo.
Sua postagem tem grande valia, pois fiquei conhecendo mais um pouco o que se passa atrás dos panos.

Efigênia Coutinho

Austeriana disse...

O património cultural português sobrevive quase exclusivamente à custa da dedicação de alguns. Do meu ponto de vista, nesta legislatura, nem sequer tivemos Ministério da Cultura.
O projecto do Novo Museu dos Coches bem como a transferência da Arqueologia para a Corodaria Nacional são exemplos acabados de que os interesses de alguns grupos se sobrepõem claramente aos do país. Uma tristeza.